Ferrari 812 GTO provavelmente será o último com motor V12 da marca.

Uma nova era de motores já está presente, e tudo indica que a Ferrari está prestes a tirar de cena os motores V12, que há 74 anos fazem parte dos carros da marca. Especialistas apontam que o próximo 812 GTO tem grandes possibilidades de ser o último modelo de Maranello carregando esse tipo de motorização e sem o auxílio de eletrificação.

Essa alteração é justamente parte do processo de eletrificação da marca italiana, que deve tornar esse motor também elétrico e transformando-o em um híbrido.

Assim como em toda mudança, alguns impactos são esperados, e certamente não irá agradar a todos os clientes da marca, principalmente os de perfil mais purista. No entanto, é uma modernização necessária e não há como negar a chegada dos motores elétricos e mais eficientes.

Além disso, essa alteração do motor quebrará a máxima de que “um supercarro italiano de primeira linha precisa apenas de um motor V12 para satisfazer seus clientes”

Em relação à produção do 812 GTO, ao que tudo indica, será uma produção limitada e a Ferrari já tem feito contato com seus clientes para pré-reservas do modelo Aperta, o nome que a Ferrari dá aos seus conversíveis. O carro promete ser histórico!

Visualmente, o 812 GTO deve ser equipado com um pacote aerodinâmico que será revisado, ou seja, deve receber alterações na dianteira e na traseira. Na mecânica, o 6.5 V12 deve desenvolver mais que os 800cv de potência com torque de 73,2 kgfm, acoplado a nova transmissão automática de dupla embreagem e 7 velocidades, atualmente usado em 812 Superfast e 812 GTS.

A verdade é que ter um exemplar desses na garagem, certamente será um privilégio e a chance de pilotar a parte da história de uma das maiores marcas de automobilismo mundial!

Por |2021-10-21T13:15:18-02:0021/10/2021|Categorias: Carros de luxo|

Deixe um comentário