Conheça a nova Ferrari F8 Tributo

No Salão de Genebra de 2019, a Ferrari lançou o seu novo superesportivo, a F8 Tributo, que substitui a 488 GTB lançada em 2015. As inovações são muitas e podem ser encontradas em vários atributos do carro, como potência, design, conforto e maior controle.

Neste artigo, você vai ter a chance de conhecer essas melhorias e se aprofundar nas características da Ferrari F8 Tributo.

Confira!

Principais características

Vamos começar pela potência que é o grande destaque desse novo modelo. Seu motor V8 3.9 twin-turbo é capaz de gerar 720 CV a 8000 rpm e 78,5 mkgf de torque a 3250 rpm.

É considerado o V8 mais poderoso já utilizado pelos carros de produção da marca e faz com que o carro acelere de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos e atinge200 km/h em 7,8 segundos. Sua velocidade máxima é de 340 km/h.

Em comparação com a 488 GTB, a F8 ganhou mais 50 cv e um alívio de peso de 40 quilos ficando com 1330 quilos. Além disso, houve um ganho de 10% na aerodinâmica e a opção de deixar a pilotagem mais arisca ou civilizada dependendo do gosto do piloto. Isso graças a nova versão do Ferrari Dynamic Enhancer (FDE +).

No design, a Ferrari F8 tributo também foi modificada com a adoção do S-Duct, um duto de ar que aumenta o downforce – pressão que mantém o carro no chão quando está em alta velocidade – em até 15%.

Os faróis de LED foram redesenhados e ficaram mais estreitos para se moldarem as tomadas de ar que fazem a refrigeração dos freios e ajudam na eficiência das frenagens. Na parte de trás, a cobertura do motor feita em Lexan ajuda a dar vazão ao ar quente do motor sem prejudicar a eficiência do spoiler traseiro.

Outra parte redesenhada para a Ferrari F8 Tributo foi o seu interior que tem novos comandos, saídas de ar redondas, um novo volante que ficou menor, novas laterais das portas e por fim uma tela de 7 polegadas que fica ao lado do passageiro.

Curiosidades

A Ferrari não divulgou nada sobre o câmbio, mas pode ser que seja o mesmo da 488 GTB, automatizado de dupla embreagem e sete marchas com tração traseira.

O 3.9 foi considerado o melhor motor das duas últimas décadas e inclusive já levou prêmio de melhor motor internacional pela mídia especializada nos últimos três anos (2016, 2017 e 2018). Será que leva esse ano de novo?

E você, o que achou da nova Ferrari F8 Tributo? Deixe seus comentários abaixo e compartilhe esse artigo nas suas redes sociais.

Aproveite também para assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades do mercado de carros de luxo.

Por |2019-07-24T16:31:52-02:0024/07/2019|Categorias: Carros de luxo|

Deixe um comentário