Ford Mustang Mach 1

Para quem gosta dos carros clássicos, um que não pode ficar de fora da lista é o Ford Mustang Mach 1.

Este foi um dos grandes destaques da montadora desde o seu lançamento, em 1969, até hoje com os fãs por restauração de clássicos e, principalmente, do segmento dos muscle cars.

Marcado pela sua performance, motor forte e agressividade, o Mustang Mach 1 teve papel importante na história da montadora e por isso resolvemos dedicar este artigo especialmente para ele.

Confira!

História do Ford Mustang Mach 1

O Mach 1 apareceu em 1964 como um esportivo “pony car” para atrair jovens compradores dos produtos Ford, mas alguns anos depois a montadora sentiu a necessidade de criar o Mustang para competir com modelos da GM como o Camaro.

Em 1969 o Mach 1 veio como sucessor do 68 GT e foi uma resposta para os apaixonados por carros, pois resultou em um modelo ideal para o dia a dia. Além disso, foi o primeiro modelo da montadora com mudanças drásticas no projeto do Mustang.

Mas durante toda a sua história, o Mustang Mach 1 passou por diversas reformulações e melhorias. Isso foi dividido entre as suas quatro gerações em que apresentou diversos tipos de motores e transmissões com características próprias.

Características do 1969 Mustang Mach 1

Algumas de suas principais características são: capô pintado de preto, ornado com uma tomada de ar e pinos externos de trava como opção. No interior, era composto por bancos com encosto de cabeça e um acabamento esportivo.

O Mach 1 também ofereceu uma ampla variedade de opções em eixos, transmissões, acabamentos e acessórios externos, cores internas e externas. Era o paraíso para quem gostava de personalizar os carros.

A Ford estendeu as saliências dianteira e traseira para aumentar o tamanho do Mustang em 3,8 polegadas. Assim, a distância entre eixos ficou em 108 polegadas e a linha do teto também foi baixada em quase 1 polegada.

Como nos carros dos anos 60 era possível escolher entre quatro opções de motor e três opções de transmissão. A opção de nível de entrada do Mach 1 era o Windsor 5,8 litros V-8 que produzia 250 cavalos de potência a 4.600 rpm.

E o motor top de linha era o Cobra Jet 7.0 litro V8 que produzia 355 CV e chegava a alcançar os 62 mph em menos de 6 segundos.

Podemos perceber que o Ford Mustang Mach 1 marcou a história da montadora que até hoje lança novos modelos de Mustang para os apaixonados por esse clássico.

E você, o que acha do Mach 1? Deixe seus comentários abaixo e aproveite também para assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades. Se curtiu, compartilhe nas suas redes sociais e mostre para os fãs desse modelo.

Por |2019-09-06T17:21:12-02:0006/09/2019|Categorias: Carros clássicos e restauração|Tags: |

Deixe um comentário